terça-feira, 21 de junho de 2011

Carpe Diem


Se em algum momento...mesmo que por um pequeno instante...quem sabe até por uma fração de segundo...eu passar pelos seus pensamentos...que seja breve...que seja mínimo...que seja fraco e quase apagado pensar...que seja uma lembrança fugaz...que seja quase brisa...que seja quase o nada com tudo dentro...que seja eu na minha verdade...que não seja a mentira tingida com os erros...que não seja aquela que não sou...que seja um brilho...não como o sol...mas como o amarelo dos girassóis...que seja terno como foi...que seja alegre como foi...que não haja chuva como houve...que eu não ande e me molhe...que eu não chore...que eu não tente...que eu seja como no início em fogo...que eu seja como no início viva...que eu seja como luz na noite apagada...que eu seja eu...ainda que sem você eu não o seja.
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: arquivo pessoal

Um comentário:

  1. Agora eu já posso dizer o quão lindas são estas palavras.

    Inspirador. =*

    ResponderExcluir