domingo, 10 de outubro de 2010

E é isso




E já que não sou poeta, o amor é o que me resta.


Texto: Fábio de Melo

Imagem: Coisas da Doris

Nenhum comentário:

Postar um comentário