quarta-feira, 15 de abril de 2015

Fórceps

Em frente a ela seus olhos
Vinho tinto cor de sangue
O manto cobrindo seus pecados
Seus pensamentos tomados de fúria
O combinado
O preço, você bem sabe como pagar
Pagar com a verdade do que disse antes
Eles são parte
A parte dela
Que era sua
Que não é sua
Que nunca foi
Comida
Abrigo
Cuidado
Ela em dois
Em metades
Fugiu
Tentativa
Forçada
Cansada
Agora é consumo
E prisão
Fugiu
Fugir
Quem é ela?
Quem já foi?
Quem será?
Pergunta
Sem resposta
Sem paz
Sem vez
Você tem a palavra certa
Aquela que dói
Aquela que fere
A ela
Ninguém mais
Texto: Wandréa Marcinoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário