sexta-feira, 10 de maio de 2013

O Hoje

A vida sem rotina. A casa sem paredes.
A vida.
Os quadros pendurados no teto.
O barulho de moer vindo da cozinha.
O estalar da pipoca no microondas.
A falta
Sentava e tinha premonições.
Arrepios só em pensar na última tarde.
O escorrer entre os dedos.
O tentar segurar o copo já no momento que tocou o chão.
Cortou a mão.
Correndo pro quarto achou apenas uma das camisas que raramente usava.
Enrolou o ferimento, mas isso a faria lembrar por muito tempo.
Olhou pra sua mão e viu que já havia parado.
Foi ao banheiro.
Lavou com sabão.
Voltou para sala.
Os quadros agora estavam no chão.
Sua alma agora na boca.
Seu peito acelerado.
Sua vida e sua rotina.
Sua casa.
Seu descanso do seu dia.
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Nicoletta Ceccoli



Nenhum comentário:

Postar um comentário