quinta-feira, 17 de maio de 2012

Das minhas palavras tortas


Falo por palavras tortas. Conto minha vida que não entendi.(...) Ao
doido doideras digo. Mas o senhor é homem sobrevindo, sensato, fiel
como papel, o senhor me ouve, pensa e repensa, e rediz, então me
ajuda. Assim é como conto.
Texto: João Guimarães Rosa
Imagem: Arquivo pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário