quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Ela sem o girassol


Ela queria dar sentido às palavras...
Obviamente os sentidos mais estranhos...
Sem pé nem cabeça...sem conjugações...
Pensava por exemplo em factoide...e o que vinha era fato isolado, fato pequeno, insignificante ou quem sabe algo que sobrevoasse sua cabeça como um asteroide...corria para o dicionário e percebia que em sentido literal se tratava de uma fato divulgado de modo sensacionalista pela imprensa... o que fazia seu sorriso sumir...total falta de criatividade...
Voltava desiludida para o canto do quarto...sempre a perguntar: cadê a diferença, cadê a intensidade...cadê eu?
Passou então a pensar em nuvens...cumulus, nimbos e o que estivesse no céu...e na sombra que fazia tentava em vão distorcê-las e mudar-lhes as formas que era pra enxergar melhor.
Teimou em misturar palavra e música...coisa que pra ela fazia todo sentido...
Mas um dia percebeu que isso trazia um fardo...porque pensar e distorcer...criar motivos e desaguar no mar não era o suficiente...
Ela precisava...montar no seu pequeno mundinho o castelo com janela pro jardim...com paredes de vidro ou teto solar...com janelas bem grandes...com luz natural...rede na varanda e um pequeno girassol...
Sim...um pequeno girassol...pois que sem ele ela é só uma garota só...
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Brooke Shaden

4 comentários:

  1. A menina com girassol nos cabelos sempre falando na 3a. pessoa! Ela me abandonou e foi embora... e os dias passaram como relâmpago, e hoje me pergunto se realmente aconteceu... se foi não um sonho bom...

    ResponderExcluir
  2. Ela adora falar dela mesma em 3a pessoa...é mais seguro, não acha, Dani Batatinha Aspargos da Silveira?

    ResponderExcluir
  3. Sonho que se sonha junto vira realidade!!! já dizia minha avó ou algum poeta que não sei o nome...

    ResponderExcluir