segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Meu disco voador



O que você pensa não é o que eu vejo...
Suas palavras codificadas não são o que eu ouço...
Podia te chamar e te falar exatamente o que eu sinto...
Mas também expresso em códigos que pra você não dizem nada.
Quando há saudade...ela é minha.
Sabe as imagens?
Também são minhas...assim como as músicas de nós dois.
Assim como nossos passos.
Se eu estivesse outra vez na tua casa...
Confirmaria o cheiro de terra molhada lá fora.
Deve ter canto de cigarras...
Deve ter um céu quase vermelho...
E o céu me faz lembrar da tarde...do café...das palavras...do que vale mais...
Ou talvez de mim...
Ou de mim e você...
Ou do que sou sem você.
Texto: Wandréa Marcinoni
Memória: Wandréa Marcinoni
Visão turva: Wandréa Marcinoni
Imagem: Tatiana Deriy

Nenhum comentário:

Postar um comentário