quarta-feira, 29 de junho de 2011

Uma história incomum







Eduardo era um garoto que possuía tesouras no lugar das mãos. Próximo ao natal...seu pai pretendia lhe presentear substituindo as garras pontiagudas por mãos de verdade...mas eis que por designação do destino...seu pai vem a falecer...o que faz com que ele se torne um garoto só... dentro da mansão antiga onde viviam. Um belo dia, uma vendedora de cosméticos bate à sua porta e ao vê-lo tão sozinho...o leva para viver em sua casa. Lá ele parece um peixe fora d'água e passa a conviver com a curiosidade da vizinhança...se tornando alvo fácil para os interesseiros de plantão. Fala de ingenuidade...de diferença...solidão...aceitação...interesses...é atual...e fantasioso...achei essas imagens de uma exposição em comemoração aos 20 anos da sua estréia.

Um comentário: