segunda-feira, 6 de junho de 2011

Gabriel


Eu tenho um pequeno anjo.
Tem mãos macias.
Tem cheiro de amor.
Tem pezinhos pequenos que gosto de morder.
Tem o jeito que só eu compreendo.
Tem asas que só eu vejo.
Ele fala comigo.
Ele me ensina a andar.
Ele me levanta quando quero cair.
Ele é o sentido da força que tenho.
Ele é a razão no meio do meu dia a dia.
Ele é quem enxuga minhas lágrimas com seu jeitinho infantil.
Ele é quem me carrega nos braços.
Ele me mostra as cores.
Ele me mostra os números, pois sabe o quanto me complico ao contá-los.
Ele me mostrou as vogais para que eu escrevesse amor.
Amor que é dele e de ninguém mais.

Um comentário: