terça-feira, 24 de maio de 2011

Não que eu queira perder a ternura, mas ei de resistir



Quando eu perder todas as partidas
Quando eu dormir com a saudade
Quando se fecharem todas as saídas
E a noite não me deixar em paz
Quando eu sentir medo do silêncio
Quando me custar manter-me em pé
Quando as recordações contra mim se rebelarem
E me puserem contra a parede
Eu resitirei, erguido frente a todos
Me cobrirei de ferro para endurecer a pele
Apesar dos ventos da vida soprarem forte
Sou como o junco que se dobra
Porém sempre segue em pé
Resistirei, para seguir vivendo
Suportarei os golpes e jamais me renderei
E ainda que os sonhos se rompam em pedaços
Resistirei...
Quando o mundo perder toda a magia
Quando meu inimigo for eu mesmo
Quando me apunhalar a nostalgia
E não reconhecer nem minha voz
Quando a loucura me tomar
Quando o diabo me der as contas
Ou se alguma vez me faltar você
Resistirei...
Composição : Duo Dinamico canção do filme Ata-me
Imagem: Masha Sardari

Nenhum comentário:

Postar um comentário