domingo, 24 de abril de 2011

Tem certeza?


Sabe o que eu queria?
Ter respostas para todas as perguntas que tenho agora.
Tá tudo embassado...
Tava chovendo?
Era domingo?
O parque tava cheio?
O vestido era amarelo?
Qual era a placa do taxi?
Você lembra de mim?
Eu não queria ir...
Queria era que me pedisse pra ficar...
Não entendi nada.
E no dia anterior?
Já tinha tudo planejado?
Eu falei mesmo dos prédios?
Seu carro errou o caminho?
Os meninos te ligaram?
Eu voltei pra casa?
Até hoje sem respostas para perguntas tão óbvias, fáceis, difíceis, sem nexo...
Tão sem nexo quanto aquilo que escrevo...

Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Graciela Rodo

Nenhum comentário:

Postar um comentário