domingo, 24 de abril de 2011

Quando o importante está mais perto


No romance "a fera na selva", de Henry James, John não se dá conta de que o objeto de Sua espera infinita esteve a vida toda diante dele próprio. a espera é um tempo Narcísico e inflado; ocupa tanto todos os espaços do esperador, que o impede de ver Além da espera. o esperador compraz-se tanto em ser sujeito e vítima da espera, que a Realização de seu conteúdo pode, para ele, não passar de frustração
O texto achei aqui: http://nadaestaacontecendo.blogspot.com
Imagem: Lisa Evans

Nenhum comentário:

Postar um comentário