terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Sobre a tua pedra edificarei a minha igreja


Hoje ganhei um presente para momentos de reflexão. Hoje houve uma partida. Separação , mas não da alma. Aqui no meu coração batem fortes e convictos todos os sentimentos. Espero te rever. Espero que a volta seja breve...e mesmo que a fala e a escrita sejam absorvidas pelo cotidiano, espero em ti...como nunca esperei em algo. É mais profundo que o meu ser, é mais imaterializável do que a alma... é mais sentido que razão. Mas é...com todo o sentido de existência e nunca haverá de deixar de ser, pois foi a melhor coisa que me aconteceu nos últimos tempos. É adoração, nada mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário