sábado, 7 de fevereiro de 2015

Mariposas

De sonhar ninguém se cansa, porque sonhar é esquecer, e esquecer não pesa e é um sono sem sonhos em que estamos despertos.

Livro do Desassossego, Fernando Pessoa  

Nenhum comentário:

Postar um comentário