segunda-feira, 23 de junho de 2014

Escadarias

Um tempo atrás, numa viagem qualquer, num tempo qualquer, ele me levou pra ver uma cachoeira. Era estranho, mas nunca tinha visto. De longe na estrada, já dava pra ver. Só que pra chegar, Tínhamos que atravessar uma ponte de madeira que balançava. Eu era muito medrosa. Eu ainda sou. Foi um caminho tranquilo. Chegamos ao lugar onde a queda se faz. A água lá se espalhava em gotas que pareciam estrelas. Molhei-me dos pés à cabeça. Foi a primeira e a última vez até hoje. Só que toda vez que lembro de lá, lembro em lágrimas. Lágrimas de gotas de cachoeira. Lágrimas de água doce. Lágrimas.
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Arquivo pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário