sábado, 10 de agosto de 2013

Meu pai

Ser pai de verdade é tão difícil.
Tem de aprender um tanto de coisas.
Tem  que começar a amar sem sentir.
Na barriga não lhe cabe.
A natureza não deixou.
Daí que só cabe o coração.
Tentar acertar.
Como é que faz?
Como é que cuida?
Por que que chora?
Por que depois deles a gente muda?
Como é que faz?
Pai é o cuidado, proteção, exemplo.
O  pai é uma mãe diferente.
Ele me faz falta.
Mas ele sempre está comigo.
Pra tudo.
Pra sempre.
Texto: Wandréa Marcinoni
Na véspera do dia dos pais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário