domingo, 15 de abril de 2012

Figurativa




As quintas feiras
As tardes ou final de tarde
Entrei na sala do terceiro andar
Toquei os lenços de papel em uma caixa onde brevemente li algo sobre aromaterapia
A cadeira e a outra e a outra
Uma breve estada em 45 breves minutos
A sorte
O fardo
A falta e a presença
Os sintomas distribuídos por semanas
A divisão do tempo
A fala pausada
Eu não olho
As lágrimas são o natural
A essência é tumulto
Pensou ela poder esconder o olhar por trás dos óculos importados
Mas era final de tarde e óculos escuros não combinam com um tempo em sombra
Saiu
Falou o até breve comum
Apertou o botão do elevador
Olhou pra baixo
Esqueceu o livro que fala das epopeias de figuras tristes da velha pensão
O ensaio é o clássico
Aquele era o romance escrito e não publicado, mas já era o poderio do autor sobre todas as letras
Quando escrevo, no geral só falo de mim
Falo em onomatopeias, eufemismos, metáforas, metonímias e arrisco uns passos pra esquecer que sou mais uma entre tantas por aí
Imagem: Michael Shapcott
Texto: Wandréa Marcinoni
Falando de si por si mesma
Em prédios brasilienses
Em tardes de quinta feira num pré plantão

Nenhum comentário:

Postar um comentário