domingo, 5 de fevereiro de 2012

Da timidez recorrente


"Quando penso que escapei de minha timidez, há um gesto inesperado que me faz corar e regressar, rendido, para a ausência de lugar. O corpo não é um esconderijo seguro."
Texto: Fabrício Carpinejar
Imagem: Vivian Altman

2 comentários:

  1. Perfeito!!!! (por que as imagens do início estão um tanto trágicas?... melancólicas?... oníricas?...) Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Na verdade quando escolho as imagens, tenho predileção pelo colorido e de impacto e também por figuras oníricas e melancólicas. As com algum teor trágico me parece coincidência. OBS: Não te falei, mas um dos filmes que mais gostei de ter assistido foi A vida secreta das palavras e que foi uma dica indireta sua( havia visto no seu blog). Beijos e obrigada pelas palavras sempre carinhosas.

    ResponderExcluir