quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O mar é muito pra mim


Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Texto: Fernando Pessoa
Imagem: Rafiza Varão na Ilha da Madeira

Um comentário:

  1. Rafa, essa é das mais lindas. Pena não ter estado lá contigo...talvez melhor que nossa viagem aos EUA. Te amo muito.

    ResponderExcluir