sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Explicação


Porque minha face emudeceu nas tuas palavras.
Porque meus olhos cegaram diante dos teus.
Porque tua fala foi música aos meus ouvidos.
Porque meus pulsos foram fracos pra te prender.
Porque teu coração parado pareceu bater no meu peito.
Porque tuas mãos não me tocaram.
Porque meus pés não foram capazes de te alcançar.
Porque meus passos foram lentos.
Porque minha força se fez fraca.
Porque tua ausência me preencheu.
Porque tua presença invadiu a rua.
Porque eu desatei os nós.
Porque eu teci a colcha.
Porque nós não fomos dois.
Porque ao final não preciso de redenção.
Porque serei eu com fardos ou não, mas serei eu.
Única...igual...diferente...sentimental...mas serei eu...
Enquanto você...será o sonho...o fato...o impalpável...o inatingível...o cáustico...o profano.
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Yulia Gorodinski

Um comentário: