domingo, 10 de julho de 2011

Ela é de virgem


Desde que o mundo é mundo, ela é assim:
Gosta de histórias da carochinha.
Curte diários adolescentes.
Se empolga com música clássica.
Chora nos filmes de amor.
Desde que o mundo é mundo ela teima em andar descalça...
Pisa no chão em silêncio quando acorda na madrugada.
Compõe em palavras escritas o que é difícil falar.
Desde que o mundo é mundo ela cultua sua timidez como o ourives compondo jóia.
Joga com os dados o futuro que a espera...lê gibis como quem disseca obras eternas...
Gosta do agridoce e da mistura...ama a arte e nela se entremeia...
Desde que o mundo é mundo...que ela é assim...
Como que um mar revolto em dia de sol...
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem:Shiori Matsumoto

Um comentário: