quarta-feira, 29 de junho de 2011

Expressões


Se hoje eu pudesse me mostrar em uma definição...eu seria meu coração.
Meu coração que é vermelho...amarelo...quer dizer: que é colorido...que tem uma costura feita com pontos apertados...que tem um sorriso disfarçado...que não obedece ao ritmo da sístole e diástole...que se enche e esvazia...que se doa e se transforma...que se descobre e se esconde e que tem um não sei quê...que se eu não sei...eu não posso definir...mas o que eu acho é que é o tamanho...tamanho pequeno como criança...tamanho grande como é a vida.
Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Valeria Docampo

Nenhum comentário:

Postar um comentário