quinta-feira, 21 de abril de 2011

Asiáticas


Eu te amo e sei que te amo. Se vejo o mundo cheio de imperfeições, é no teu ombro que eu me consolo. Se vejo a multidão a julgar o frágil oprimido...é nos teus braços que eu me fortaleço...sei que sou brisa...sei que sou terno mal passado...sou comida por fazer...não àquela ainda incompleta...sei que sou figura de linguagem...sei que sou metáfora...sei que nunca busco abrandar...posto que sou intragável veracidade...sou uma alma...sou um corpo...ele pulsa...e ama...sei que o amor é bom...sei que ele vai chegar...pra mim...em qualquer lugar...a qualquer momento...quando eu menos esperar...mas a bem da verdade...eu queria que fosse você...

Texto da garota do girassol
Imagem: Wang ZhiJie

Nenhum comentário:

Postar um comentário