segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Recitais com alma e poesia


Certas vezes ela se dirigia aos recitais para ouvir as músicas e esquecer o dia. Ouvir musicas fazia com que ela deixasse que os momentos se dissipassem como nuvens de fumaça e todas as suas preocupações ficavam para trás em poucas horas. Naquele mesmo dia ela havia passado pela mesma rua onde as janelas se fecharam para ela...caminhou o mesmo caminho...apesar de ter jurado não o fazê-lo nunca mais...entrou pela porta entreaberta e subiu as escadas esbaforida...como se fosse perder o último ato válido da sua vida...o espetáculo já havia começado e ela tentou encontrar um lugar adequado para a viagem. A verdade é que no escuro...e com músicas e poesias...sua cabeça deu um giro completo...das cenas da última semana...da insegurança...da tentativa de acreditar nas palavras e gestos irreais. Quando voltou a si...já no final...se deu conta que precisará retornar na próxima sessão...para fazer de si...a imagem e semelhança de alguém que sabe aonde ir.

Texto: Wandréa Marcinoni
Imagem: Scott G. Brooks

Nenhum comentário:

Postar um comentário