segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Canção


canto
pra dizer que no meu coração
já não mais se agitam as ondas de uma paixão
ele não é mais abrigo de amores perdidos
é um lago mais tranqüilo
onde a dor não tem razão
nele a semente de um novo amor nasceu
livre de todo rancor, em flor se abriu
venho reabrir as janelas da vida
e cantar como jamais cantei
esta felicidade ainda
quem esperou, como eu, por um novo carinho
e viveu tão sozinho
tem que agradecer
quando consegue do peito tirar um espinho
é que a velha esperança
já não pode morrer
Letra: Paulinho da viola e Elton Medeiros
Imagem: Brett Manning

Nenhum comentário:

Postar um comentário