quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Essa é a vida


Elas dormiriam esta noite em sono incólume. Sabiam que estariam seguras sob o teto de zinco...seria bom local para passarem a noite e esquecerem por algumas horas o ocorrido da noite anterior. Suavam em bicas e procuravam ajeitar-se no fino colchão montado com caixas de papelão e trapos escolhidos aleatoriamente...buscaram abrigo e o encontraram...então só restava rezar...rezar para que as horas passassem de modo rápido e que logo adormecessem...pois assim...assim se encontrariam com os sonhos de criança ...crianças que ainda são, mas que esqueceram...por que a vida...sim...a vida...meu irmão...é osso duro de roer...
Wandréa Marcinoni
Imagem: Andreea Anghel

Nenhum comentário:

Postar um comentário