terça-feira, 14 de setembro de 2010

Daquelas palavras


"Hoje lembrei-me daquilo que a Alice Vieira um dia me contou.
Ela e a filha costumavam fazer listas de palavras: palavras salgadas, palavras bicudas, palavras gordas... e palavras que não merecem o destino que têm, a sua categoria preferida. Falou-me da palavra guilhotina, bela, e por isso desgraçadamente, amarrada a um destino tão malvado.
De hoje guardei duas palavras que me encantaram e que uso muito pouco: fugidio ( melhor ainda porque a li associada à palavra beijo ) e, por isso me lembrei da Alice, a palavra malfadada. Soa-me tanto a aconchego que não me conformo com o destino a que serve".
Dora B.
Postado em um dos meus blogs favoritos: LA DOUBLE VIE DE VERONIQUE

Um comentário:

  1. Las palabras y las cosas... Nunca tinha pensado como as palavras podem ser mais importantes que as coisas...

    ResponderExcluir