quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A nossa vida


atrás dos dias há outros dias
os que nunca chegaram
os que julgamos perdidos
os que rasgam a memória
e destroem o presente
como sismos
os que pousam na vida
sem se ver
partículas de nada
os que vivemos por dentro
actores mudos
desajeitados
do que nunca é
A.M( A imitação dos dias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário