segunda-feira, 19 de abril de 2010

Por gostar dos dias de sol


Eu sempre pensei que as palavras fossem todas vivas
O que eu não sabia nada
era sobre estar morta
mesmo quando se vive.

Pensei melhor:
Eu quero morrer!
(mas apenas em dias de sol)
Pra encontrar meu firmamento na luz
E poder voar ao lado das borboletas

E que nunca seja noite
Porque eu fico com medo
Mesmo deixando minhas pegadas
no cotovelo da vida.

http://amnenoteatrodepalavras.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário