terça-feira, 23 de março de 2010

Devaneios


Nesta noite te encontrei de novo e lembrei daquela idéia da amizade. Sorri sozinha, como só faço quando estou comigo só. Lembro que as noites para mim estavam completas, sem tirar nem pôr e isso só pela tua bela companhia. E assim então, te digo convicta que te quero mais, bem menos fraterno e bem mais que um amante.

2 comentários: