domingo, 24 de janeiro de 2010

Só eu sei


Parei em frente à porta...por um minuto que parecia uma eternidade...ousei dizer uma ou duas palavras envoltas por toda uma fragilidade já peculiar...a noite me envolvia...e de certa forma me senti imóvel...como em um sonho quando tentamos agir e tudo é em vão...não dei nenhum passo, não ousei modificar o que já estava feito e que era irremediável...mas senti no meu íntimo a certeza de que foi o melhor que havia em mim...
Wandréa Marcinoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário