terça-feira, 8 de março de 2011

O problema é esse




É que eu poderia ser feliz de quaisquer outras maneiras – menos sem você, você sabe.

porque meu interesse é disperso. e se estou escrevendo um artigo, quero logo dissecar um cérebro. e se disseco um rato, quero organizar uma passeata na paulista. e se viro gosthwriter de político, ainda que respeitável, quero desistir de tudo e correr atrás do começo do fio da meada.

e é porque eu poderia ser feliz de qualquer jeito – socióloga ou jornalista, médica ou advogada, chef de cozinha ou secretária executiva – que me perco tanto. faço da vida labirinto.

Texto: Bárbara Castro
Imagem: Lisa Evans

Nenhum comentário:

Postar um comentário