sábado, 4 de setembro de 2010

Nem só de pensamentos se vive a vida



Nossos passos são largos ao andar pelas ruas da cidade. Nosso tempo tão curto de forma a pedirmos insistentemente que se acrescentem horas a cada dia. Vivemos num tumultuado momento em que prevalece a insensatez dos pensamentos. Quase como máquinas seguimos metodicamente um caminho pré-estabelecido. Mas mantemos intacta em uma redoma a sensibilidade da criança que um dia fomos. Parece-me às vezes impossível resgatá-la...pelo ceticismo e incredulidade...mas ela está lá intacta, em repouso, como que pedindo pelo renascimento.
Nascemos, andamos, falamos, isto é fato!
Vivemos?
Tentamos.
E é assim que vamos...só me questiono se a pequenos ou largos passos?
Wandréa Marcinoni
Foto:Jean Saudek

Nenhum comentário:

Postar um comentário